Página Inicial
   
 
 
Empresa | Áreas | Serviços | Notícias | Portfólio | Clientes | Compliance | Contato
COBRAPE - Companhia Brasileira de Projetos e Empreendimentos
 
Portfólio
ESTUDOS DE VIABILIDADE SOCIOECONÔMICA PARA AS INTERVENÇÕES PROPOSTAS NO RIO RESSACA E SUAS MARGENS QUE INTEGRAM O PROJETO VIVER SÃO JOSÉ. MUNICÍPIO DE SÃO JOSÉ DOS PINHAIS/PR
  
voltar



Cliente: Instituto de Desenvolvimento Urbano do Município de São José dos Pinhais

Período: dezembro de 2006 - março de 2007

Descrição do Projeto

O Projeto Viver São José tem como objetivo a melhoria das condições de vida da população, do município mediante ações de recuperação ambiental da Bacia do Rio Ressaca e controle de enchentes em fundos de vale. Situado na Região Metropolitana de Curitiba, São José dos Pinhais ocupa uma área de 946,43 km2. O Rio Ressaca drena uma área de aproximadamente 13 km2, totalmente contida no perímetro urbano e tem sido o receptor natural dos resíduos sólidos e de esgotos sanitários de origem doméstica e industrial. Os estudos contratados visam demonstrar a viabilidade socioeconômica das intervenções propostas pelo Instituto de Desenvolvimento Urbano – IDU visando a obtenção de financiamento do Banco Interamericano de Desenvolvimento. As intervenções incluem obras de drenagem e saneamento, remanejamento de população residente em áreas de risco, instalação de um parque urbano em áreas lindeiras ao rio, obras viárias de integração urbana e apoio ao desenvolvimento rural.

Descrição dos Serviços

1. Estruturação e Aplicação da Pesquisa de Campo

  • Determinação das áreas de influência direta e indireta das intervenções, com base na caracterização da população residente e atividades econômicas, considerando os efeitos das intervenções.
  • Dimensionamento da amostra representativa de domicílios situados na área de influência do projeto (aplicação de 300 questionários).
  • Elaboração do questionário aplicado baseado nas questões fundamentais preconizadas pela técnica de avaliação contingente, entre elas: caracterização do cenário; caracterização dos benefícios; identificação do agente responsável pela implantação do projeto; valor ofertado; e meio e condições de pagamento.
  • Seleção e treinamento dos entrevistadores.
  • Coordenação da equipe de pesquisadores nos dois dias de pesquisa de campo.

2. Análise Socioeconômica

  • Elaboração do Banco de Dados da pesquisa.
  • Análise dos custos de investimentos e de operação e manutenção, e suas transformações a preços de eficiência, aplicando-se os procedimentos de desagregação de custos e aplicação de fatores de conversão.
  • Elaboração do Modelo Econométrico da Metodologia de Avaliação de Contingente através da Disposição a Pagar (DAP).
  • Elaboração do Estudo de Viabilidade Socioeconômica com base na análise de benefícios e custos incrementais, atendendo ao princípio de maximização da rentabilidade social do investimento, isto é, o Valor Presente dos benefícios totais gerados pelo projeto maior que o Valor Presente de todos os custos necessários à sua implantação e posterior funcionamento, ambos descontados à mesma taxa.


voltar

 
Consulte o Portf�lio

Todos os trabalhos


RSS (Really Simple Syndication)
 

© 2008 - COBRAPE - Companhia Brasileira de Projetos e Empreendimentos | Todos os direitos reservados.
Produzido por - Plátano Comunicação S/C Ltda | Designer GuinaWeb - Ateliê Designer


RSS (Really Simple Syndication)