Página Inicial
   
 
 
Empresa | Áreas | Serviços | Notícias | Portfólio | Clientes | Compliance | Contato
COBRAPE - Companhia Brasileira de Projetos e Empreendimentos
 
Portfólio
ESTUDOS DE VALORIZAÇÃO DE DESTINOS TURÍSTICOS E EXECUÇÃO DOS RESPECTIVOS PROJETOS; E REVISÃO/ATUALIZAÇÃO DOS PLANOS DE DESENVOLVIMENTO INTEGRADO DO TURISMO SUSTENTÁVEL – PDITS NOS 3 POLOS TURÍSTICOS DO ESTADO DO CEARÁ
  
voltar



Cliente: Secretaria de Turismo do Estado do Ceará

Período: março de 2011 - julho 2015

Descrição do Projeto:

Os estudos de valorização dos destinos turísticos do Estado do Ceará têm como objetivo identificar e desenvolver os projetos das intervenções estruturais e não estruturais necessárias para potencializar a oferta turística em áreas contempladas no Programa Nacional de Desenvolvimento do Turismo – Prodetur Nacional, financiado pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento. As sete áreas estudadas fazem parte dos Polos Litoral Leste, Ibiapaba e Maciço do Baturité, considerados estratégicos para a implementação de atividades turísticas no Estado. A concepção do Prodetur tem como base o conceito de área turística priorizada e de polo turístico, e a estratégia estabelecida no respectivo Plano de Desenvolvimento Integrado do Turismo Sustentável – PDITS. Nesse Plano são definidos o mercado meta do polo, a tipologia de turismo que será adotada e os condicionantes ambientais para o desenvolvimento sustentável da atividade turística.

Descrição dos Serviços: 

I. PROJETO DE VALORIZAÇÃO DE DESTINOS

1. Leitura da Realidade do Destino

  • Análise da dinâmica socioeconômica: crescimento econômico, atividades produtivas relevantes, aprofundamento, encadeamento e interseção e evolução de outros indicadores.
  • Análise social: população residente, população flutuante, indicadores sociais, grau de articulação/desagregação social.
  • Serviços turísticos e infraestrutura respectiva: descrição dos atrativos turísticos, oferta de serviços privados para o turismo, contexto urbanístico para o turismo e serviços e instalações públicas, serviços públicos e infraestrutura, deslocamentos da população, frota de veículos/incidência de acidentes de trânsito.
  • Diagnósticos do patrimônio histórico e cultural: áreas, conjuntos e/ou edifícios representativos, valor histórico-cultural, áreas de preservação, artesanato, artesãos e manifestações culturais.
  • Aspectos socioambientais: situação ambiental, impactos existentes e potenciais, áreas de destino turístico de uso potencial, análise das pressões externas sobre o tecido social e cultural.
  • Diagnóstico da capacidade jurídico-institucional e administrativa: instrumentos jurídicos existentes, aplicabilidade dos instrumentos no gerenciamento, eficácia da legislação, mecanismos para participação da sociedade no planejamento do destino e ações do setor público.
  • Intensidade de uso turístico e capacidade de carga atual: desenvolvimento de metodologia para cálculo da capacidade de carga do atrativo/destino, análise do perfil do turista, síntese da leitura da realidade e análise da capacidade de carga, considerações finais e apresentação do quadro-síntese da capacidade de carga.

2. Diagnóstico, Posicionamento, Objetivos Estratégicos e Plano de Ação

  • Análises e diagnóstico estratégico: análise estratégica com base na ótica de gestão do poder público, análise estratégica com base na leitura da realidade e capacidade de carga; análise estratégica com base na participação da comunidade (método SWOT), análise conjunta dos ambientes interno e externo.
  • Posicionamento estratégico: com base nas informações do diagnóstico estratégico, definição da missão, visão e objetivos de cada destino.
  • Estratégias: identificação e organização das prioridades de desenvolvimento da atividade turística no destino, como os atrativos turísticos, tipos de turismo, setores de mercado e outros aspectos que foram identificados como áreas críticas de intervenção.
  • Definição dos projetos priorizados e Plano de Ação 2012-2015 em oficina temática com os principais stakeholders da cadeia do turismo: identificação dos projetos específicos e classificados em ordem de importância (alta, média, baixa) com base nas estratégias prioritárias a serem ser desenvolvidos em cada área crítica de intervenção para alcançar os objetivos propostos para o destino.

3. Desenvolvimento dos Projetos

Destino Aracati/Canoa Quebrada

  • Projeto executivo de requalificação urbanística dos principais atrativos turísticos (Broadway) (área de 24.554,00 m2).
  • Projeto executivo de urbanização do circuito religioso de Aracati (Centro Histórico) e urbanização da margem direita do Rio Jaguaribe (área total de 136.029,00 m2).
  • Projeto executivo de implantação de polo gastronômico (área de 37.801,00 m²).
  • Projeto executivo do Largo de Majorlândia (área de 2.068,29 m²).
  • Termo de Referência para contratação do Plano de Incentivo à Formalização de Empreendedores.
  • Termo de Referência para contratação de projeto de fortalecimento dos órgãos de turismo locais.
  • Termo de Referência para contratação de atualização cartográfica do destino Canoa Quebrada e entorno.

Destino Cumbuco

  • Projeto executivo de requalificação urbana da Vila de Cumbuco.
  • Termo de Referência para revisão do Plano Diretor e demais instrumentos de planejamento urbano municipal.
  • Termo de Referência para elaboração do Plano de Manejo Ambiental da APA do Cauípe.

Destino Morro Branco/Praia das Fontes

  • Projeto executivo de urbanização da área de entorno Barracas de Morro Branco.
  • Termo de Referência para elaboração do Inventário Turístico para o Destino Morro Branco e Praia das Fontes.

Destino Porto das Dunas

  • Projeto executivo de construção da Praça da Prainha.
  • Termo de Referência para atualização do Plano Diretor do Município.
  • Termo de Referência para Elaboração do Plano de Manejo Ambiental da APA do Pacoti

Destino Caponga/Águas Belas

  • Projeto Integrado do Complexo Turístico Caponga/Águas Belas e seu entorno, composto de 2 áreas de intervenção: a via de acesso para Águas Belas e uma área de praça com vias, passeios e estacionamentos ao seu redor, no trecho final da praia.
  • Termo de Referência para revisão do Plano Diretor e demais instrumentos de planejamento urbano.
  • Termo de Referência para projeto de criação da APA e elaboração do Plano de Manejo Ambiental da Lagoa do Valim e entorno.

Destino Ponta Grossa/Redonda

  • Projeto Integrado de Valorização Turística da praia da Redonda/Icapuíé composto de 2 áreas de intervenção: a via de acesso para a área da praia/barracas e uma área de praça e passeios entre as barracas de praia.
  • Termo de Referência para elaboração do Plano de Manejo da APA de Ponta Grossa.
  • Termo de Referência para elaboração do Plano Diretor e da Lei de Uso e Ocupação do Solo do Município de Icapuí.

Destino Guaramiranga

  • Projeto Executivo de requalificação da praça de entorno do teatro e sua central do artesanato.
  • Termo de Referência para formação de guias de turismo.
  • Termo de Referência para revisão do Plano Diretor e suas leis complementares (Lei de Uso e Ocupação do Solo).
  • Termo de Referência para o desenvolvimento e implementação do Plano de Regularização Fundiária.
  • Termo de Referência para elaboração do Plano de Manejo da APA de Baturité.

II. REVISÃO E ATUALIZAÇÃO DOS PDITS DOS 3 POLOS: LITORAL LESTE; IBIAPABA E MACIÇO DE BATURITÉ

  • Consolidação dos municípios e justificativa para a seleção dos mesmos para compor o Polo, observando o contexto da estratégia de desenvolvimento turístico estadual e a situação geográfica em relação ao estado e à região, por meio do mapeamento das informações de cada Polo.
  • Revisão e atualização dos objetivos dos PDITS, observando a sua relação com as políticas de desenvolvimento turístico do País e do Estado do Ceará.
  • Revisão e atualização do diagnóstico estratégico e das atividades turísticas, considerando a situação estrutural da atividade turística, bem como a posição competitiva dos Polos em face dos consumidores e competidores.
  • Análise de mercado turístico, inclusive com pesquisas qualitativas e quantitativas, considerando: análise da demanda atual e suas características; análise da demanda turística potencial de cada Polo; e análise da oferta turística em relação aos tipos de turismo.
  • Revisão e atualização das análises de infraestruturas básicas, infraestruturas turísticas e serviços gerais, bem como do quadro institucional a fim de identificar as áreas críticas de intervenção.
  • Revisão e atualização das análises socioambientais, tendo em vista a sustentabilidade do da atividade turística nos municípios.
  • Revisão e atualização das estratégias de desenvolvimento turístico.
  • Proposta de Plano de Ação, por meio da seleção de procedimentos, ações e projetos de acordo com cada Polo, e revisão no dimensionamento do investimento total e a seleção e priorização das ações.


voltar

 
Consulte o Portf�lio

Todos os trabalhos


RSS (Really Simple Syndication)
 

© 2008 - COBRAPE - Companhia Brasileira de Projetos e Empreendimentos | Todos os direitos reservados.
Produzido por - Plátano Comunicação S/C Ltda | Designer GuinaWeb - Ateliê Designer


RSS (Really Simple Syndication)